19 de jan de 2012

Consórcios são 'inabilitados' na licitação para o BRT em Manaus


30 Dez 2011 . 15:28 h . Com informações da assessoria . portal@d24am.com

Somente duas em formato de consórcio apresentaram propostas para realizarem a obra, que é uma das principais para o transporte urbano durante a Copa de 2014.





Manaus - Os consórcios Sanches Tripolini-Arvek e Construbase - S.A. Paulista, que se apresentaram para concorrer a licitação do BRT, foram inabilitadas e terão cinco dias úteis a contar de segunda-feira, 2 de janeiro, para recorrerem da decisão. A licitação ocorreu na manhã desta sexta-feira, 30 de dezembro, na sede da Secretaria Municipal de Infraestrutura-Seminf.


Tendo em vista previsão legal, o processo com as inabilitações será encaminhado ao secretário municipal de infraestrutura, para que o mesmo se manifeste quanto à possibilidade da abertura de prazo de oito dias úteis para que as licitantes possam apresentar nova documentação.

Com apresentação dos documentos, em obediência ao edital, a comissão de licitação procederá à abertura dos envelopes contendo as propostas de preços das concorrentes, o que só ocorrerá depois de transcorrer os prazos de recursos.

Depois de anunciado o vencedor, o processo de homologação da licitação é enviado à Procuradoria Geral do Município (PGM), que realiza todo o sistema de validação da concorrência pública e seguido da assinatura do contrato, a previsão para a conclusão desse processo deve ser de 30 a 45 dias.

O valor da obra está orçado pelo projeto básico em R$ 290 milhões e o prazo para conclusão do BRT será de 24 meses após o início das edificações.

Das 42 empresas que compraram o edital, somente duas em formato de consórcio apresentaram propostas para realizarem a obra.

Ajudar a melhorar

A nota oficial da prefeitura ressalta que o projeto BRT está aliado às melhorias no trânsito que irão beneficiar veículos leves e pesados com pavimentação de vias, criação de novas pistas, viadutos e passagens de nível.

O projeto aprovado prevê a construção de 22 Km de anel viário que interligará , 20 estações e 3 terminais , com modais de velocidade média operacional de 25km/h, tipo de veículo articulado e bi-articulado. Capacidade máxima 270 passageiros por veículo.

Objetivo do BRT

A implantação do Sistema BRT (Ônibus de Trânsito Rápido) terá como finalidade precípua, reestruturar o trânsito saturado da área e promover ampla revitalização da Avenida Autaz Mirim (Grande Circular), via principal de escoamento do trânsito local e todo o seu vasto entorno. Eliminará também o déficit de transporte coletivo nas áreas dos Bairros Japiim e Cachoeirinha fazendo inclusive a integração com os Bairros de Educandos e Santa Luzia, para em seguida integrar-se ao Largo da Matriz.

Serão 22 (vinte e dois) quilômetros de Corredor Exclusivo suprindo uma grande área da Cidade de Manaus com um sistema de transporte moderno e acima de tudo, muito eficiente. Por pistas exclusivas, circularão ônibus com capacidade diversa que serão utilizados conforme os horários de pico, devidamente controlados por sistema informatizado, o qual priorizará esse sistema de transporte em pontos de contacto com outros sistemas, respeitadas as devidas prioridades.

O valor da operação de crédito a ser contratada é de R$ 290.667.405,54 (duzentos e noventa milhões, seiscentos e sessenta e sete mil, quatrocentos e cinco reais e cinqüenta e quatro centavos).

O sistema será implantado iniciando em parte do Terminal de ônibus T-4, localizado na Avenida Camapuã, Bairro Jorge Teixeira, paralela à direita da Avenida Autaz Mirim, indo em direção ao Shopping São José, onde se integra ao Terminal de ônibus T-5 para em seguida adentrar à Avenida Cosme Ferreira, a qual através de Obra de Arte se integrará com a Avenida José Romão, desafogando o tráfego para a Cidade Nova e continuando até a Rótula do Coroado onde sofrerá uma deflexão à esquerda, adentrando na Avenida do Contorno, passando próximo a UFAM e chegando ao Bairro do Japiim, onde ao atingir a Avenida Manaus Moderna, integra-se com os acessos dos Bairros adjacentes, chegando finalmente no Largo da Matriz, onde se situa o T-0.

Nenhum comentário:

Postar um comentário