1 de mar de 2012

Novo lote de ônibus chega em março. São 380 coletivos, que perfazem um total de 944 carros...

Mais um lote de 380 ônibus novos chegam a Manaus, este mês de março, para completar a frota anunciada pela Prefeitura de Manaus. Segundo o superintendente municipal de Trânsito, Marcos Cavalcante, o primeiro lote foi de 300 ônibus, depois mais de 200 e agora 300. O anúncio foi feito esta quarta-feira no quadro Fala Sério, do programa Fala Mourão, na Band. Cavalcante disse que, com esses novos ônibus, a meta foi ultrapassada, pois a cidade, hoje, conta somente com ônibus novos. “Saímos da frota mais velha para a mais nova do país”, disse Cavalcante, lembrando que isso fará com que a tarifa caia – ou fique estabilizada – já que com uma maior procura por parte da população,a tendência é a redução da tarifa. Isso, segundo ele, vem acompanhado de uma série de mudanças que o Poder Público Municipal fará, como reforma de paradas e reformas pontuais e total dos três Terminais de Integração.

Cidade sem planejamento

Por ser uma cidade sem planejamento, de acordo com Cavalcante, fica difícil solucionar totalmente problemas como paradas de ônibus que atendam aos interesses da população, por exemplo. “Moramos em uma cidade sem planejamento, que não apresenta muito espaço, então na maioria das vezes somos obrigados a construir os abrigos quase rente ao meio fio”, explicou. Isso faz com que as paradas fiquem rente ao asfalto, dando margem para que ônibus e caminhões quebrem o telhado quando estacionam. Segundo Cavalcante, outro grande problema é construir abrigos de ônibus para a população em áreas de difícil acesso. Como a cidade é composta de bairros periféricos com áreas de aluvião e lama, é quase impossível resolver essa questão. “Mesmo assim, muita coisa já foi feita, pois de um total de 600 abrigos, já reformamos 200 e estamos no final de uma licitação que fará com que todos os abrigos sejam reparados”, disse ele.

Reforma total dos Terminais de Integração

Mas não adianta a cidade possuir ônibus novos se os Terminais de Integração estão abandonados. Pensando nisso, segundo Marcos Cavalcante, a Prefeitura de Manaus já acionou a Secretaria Municipal de Infraestutura – Seminf, que possui verba suficiente, para fazer a licitação para a reforma total dos Terminais de Integração, licitação essa que fará com que as obras comecem em um prazo máximo de 90 dias. Para o superintendente da SMTU, a questão é que nem sempre as decisões acertadas são entendidas pela população, mas mesmo que seja a longo prazo, o povo sentirá os efeitos. “Aliás, ele já sentindo, com os ônibus novos que já estão rodando pela cidade, inclusive esses 380, quer já estão rodando, mas serão apresentados oficialmente este mês”, observou.

A falácia da Domingueira

“É muito fácil fazer bondade com o bolso dos outros”, disse Cavalcante, ao ser questionado sobre a passagem mais barata que era cobrada aos domingos, a chamada Domingueira, que causou revolta e reclamações por parte da população ao ser extinta. Ele explicou que antes, aos domingos, realmente a tarifa era cobrada pela metade, mas em compensação, o empresariado tirava a maior parte dos coletivos, deixando a população esperando horas e horas nas paradas. “Agora, não. Os ônibus estão aí, mas o que é importante que se explique, é que o empresariado tinha um aumento de 12 centavos na tarifa, aos domingos, que eles mesmo tinham que bancar, então a população era quem pagava o pato. O empresário do transporte tem um custo para baratear a passagem aos domingos e ninguém quer ter prejuízo”, disse.

Plataformas monstrengos vão sumir

Pensando em vitalizar todo o corredor viário, a Prefeitura de Manaus, via Seminf, fará reformas pontuais em várias partes da cidade, até começar a reforma geral de todo o corredor, aí inclusas as Plataformas do Expresso, monstrengos criados na administração do ex-prefeito e atual senador Alfredo Nascimento, abandonadas na gestão Serafim Correa. As plataformas fazem parte das modificações do BRT, e devem entrar em execução para serem utilizadas na Copa do Mundo de 2014. “É só uma questão de dias, já que a licitação está em fase final, para que as obras comecem; antes disso, como eu falei antes, estamos fazendo reformas pontuais em vária partes da cidade”, concluiu.

Nenhum comentário:

Postar um comentário